2007/08/11

Madeleine McCann-100 Dias Off


Pobre criança que não tem culpa de ter vindo a um mundo e dele ter saído sem ela também ter tido culpa. Pobre criança que não tem culpa dos pais que teve os quais se encontram de freguesia em freguesia a apregoar e a atenuar os pecados urbanos onde outros valores se levantam, mesmo que não erguidos por uma grua. Pobre criança que tem servido para alimentar mais um fait-divers conduzido pelos media. Pobre criança que tem ajudado a ser bode expiatório para muitas falhas e incompetência das diversas autoridades.

Já estou farto desta película!

Andam a gozar com a população mundial? Os pápás ficaram incomodados por virem a ser suspeitos pelo sucedido? Querem fazer-nos crer que ainda não sabem o que aconteceu?

Os britânicos também têm muita lata nas acusações que fazem... como a incompetência também paga renda em terras britânicas, mas ninguém o assume, é fácil descartar o problema para os desorganizados portugueses.

Como se a Praia da Luz fosse uma espécie de Gibraltar encastrado em território nacional. Bem, na realidade eles tentaram que assim fosse, logo a seguir ao dia 25 Abr '74.

4 comentários:

IM disse...

Tens toda a razão...isto transformou-se numa novela mexicana onde a principal personagem nunca quis tomar parte. O que a mim me irrita profundamente é o facto de tantas outras crianças desaparecerem (e sem a contribuição clara do desleixo dos pais)e nem se fala nisso...às vezes penso é que os pais tiveram muita sorte pelo facto de não ter desaparecido antes..com os "cuidados" que tinham, fracamente...onde já se viu deixar crianças sozinhas a dormir em cas, no hotel, seja lá onde for??? Deve ser moda inglesa...é o veljo problema dos pais que têm filhos, mas continuam a gostar dos jantares e da galhofa esquecendo-se que, a partir de um certo momento, as prioridades são outras...bem...enfim...que isto sirva para alguma coisa..

amazing disse...

Muito bom este post!
Este tipo de texto é que devia abrir o telejornal.
Não aquela debandada de "miséria" que me entras pelo ecrã diariamente. Farto de hipocrisia. Quanto ao bode, vou mais longe. O povo anda entretido com a novela e vão-se fazendo tantas coisas "por baixo da mesa" que nem chegam a ser notícia.

Ao que parece a mãe prefere a morte da filha à incerteza do que aconteceu.
Consigo compreender em parte. Ela fica a saber o que aconteceu, mas não sei até que ponto não é egoísmo.
Preferir a morte da filha do que ela própria viver na ignorância?!

Kraak/Peixinho disse...

Im :) É verdade. As prioridades alteram-se, mas com uma questão de organização tudo pode acontecer.

A questão não é só essa: acho tudo isto tão estranho... filhos biológicos, swing, tanto dinheiro a entrar, ...

Bem, deixa-me estar caladinho.

Bjzz On

Kraak/Peixinho disse...

Amazing :) Obrigado. Concordo contigo. É de facto muito saloio a forma como os media desenvolvem os temas... Mas, estamos na "Silly Season" e o que é preciso é fabricar determinadas coisas para deixar as pessoas entretidas com a miséria de uns e a ineficácia do sistema de outros.

A ignorância não é um mal exclusivamente português... está mais que visto!

Hugzz sem miséria