2007/01/04

Kraak vs Brac


[continuação deste post]

Cada vez que olho para ti quando te espreguiças pelas tuas mantas, parece que a auto-estrada da vida cada vez mais larga se torna. Fico feliz. As estações sucedem-se pelo teu corpo, mesmo quando te recusas a ficar pela cozinha. Além da estação fria em que estamos, também aquele espaço é algo frio.

Apesar de feliz, sinto-me estranho, como se tivesse de lidar com estes reais fantasmas todas as noites. Todas as manhãs. Mesmo quando estamos na rua a passear, não tenho tempo para apreciar algumas das belezas matinais, não tenho domínio sobre o escuro da noite e o seu silêncio, não tenho oportunidade de ouvir sons que trago nos ouvidos, só penso em encontrar a minha própria respiração quando te puxo pela trela e te recusas a andar.

Sinto-me estranho. Sinto-me feliz, mas estranho. Acho que já sou um estranho para ti. Ou serás tu um estranho para mim?

Amanhã levanto-me cedo.

-- >+++'> --

Para finalizar esta ronda musical, chega-nos hoje o tema #1 de 2005 em 2006, quase que diria mesmo a música de 2006: "Same Ghost Every Night" dos Wolf Parade, álbum 'Apologies to the Queen Mary', um dos melhores álbuns de 2005.

"Constant blue
And the same ghost every night
It was strange
Constant blue
And the same ghost every night
I go walking
Just to find
My own breath, my own breath through the path
I go walking

We are raised up very high
We are raised up very high
My own breath"

11 comentários:

maria disse...

Se bem me lembro... e se ainda "os" percebo, nunca ficam estranhos! :) ou melhor, talvez, nós nunca seremos estranhos, para eles... ainda que se estranhem ou nós os julguemos estranhos. :)
às vezes é bem verdade que a nossa própria respiração nos faz abafar todo o mundo de sons que por aí roda em torno de tudo e para além de qualquer fantasma...
digo eu, mas eu e as saudades do meu estranho-companheiro-partido só ele sabe para onde! :)

Olá, Kraak e Olá, Brac! Que seja um fantástico e quente 2007! com auto-estradas de mantas para quem sabe espreguiçar-se bem! ;)

Sea disse...

Terão ambos tornado-se estranhos, um para o outro?
Será, uam sensação passageira, quando nos esquecemos, por vezes, do que e de quem nos rodeia?
Beijo de Bric a Brac :)

Sea disse...

ora bem... copofonia... :D paraquando um indie kraak queque chose? Hein? Tipo um "tu ein one"
beijos copofónicos

Kraak/Peixinho disse...

Maria :) Acho que é mais "nunca seremos estranhos para eles"... Mas acredita que às vezes tenho a sensação de estar a ser completamente ignorado. Pior que isso, é quando estou eu a ignorá-lo por alguns minutos. :Z De repente, lá recebo um sinal do tipo "estás a ser parvo" e lá vou ter com ele. Estão a ser tempos muito difíceis. :( Sei, apesar de tudo, que quando isto acabar, vou sentir muito a falta dele. :'(

Obrigado pelos teus votos. O Brac também agradece :)

Bjzz fantásticos e lambidelazz do Brac

Kraak/Peixinho disse...

Sea :) Era um pouco a minha dúvida... há alturas que acho que somos mesmo estranhos um para o outro :(

Mas como dizia à Maria no comentário anterior e como bem disseste, é algo passageiro. Há alturas que chego a entrar em "desespero". :(

Mudando de assunto, "Indie Kraak Quelque chose"? LOL. Achei IMENSA piada! :) Lá para o fim do mês, em princípio. Eu aviso :) Comemora-se aí o teu aniv, okis?

Bjzz indies

Anónimo disse...

...e que o vento possa levar-lhe uma voz que lhe diz que há um Amigo ou Amiga em algum lugar do Mundo
desejando que você esteja bem!!!
Para ti amigo que conheço e para ti amigo que não sei quem és,um Feliz e Mágico 2007 !!!

Sea disse...

Oki doki :)
pois... e era mais quelque :D:D
beijos com ok

Kraak/Peixinho disse...

Chama Violeta :) Obrigado pela tua visita e comentário. Espero que possas regressar sempre que puderes e quiseres.

Agradeço e retribuo os votos de um Excelente e Mágico 2007! Tudo de bom!

Hugzz

Kraak/Peixinho disse...

Sea :) ?? Mais "quelque" quê? Explica-te! LOL.

Ainda naum sei datas. Lá para o fim do mês :)

Bjzz explicados

Sea disse...

"para quando um indie kraak queque chose? Hein?"

Tinha escrito queque, em vez de quelque :D

Kraak/Peixinho disse...

Sea :) Ahh! Estou com compreensão muitooo lentaa. LOL. O que importa é que percebi o que querias dizer. :)

É como dominares ou naum uma língua estrangeira: naum importa falares correctamente, mas sim transmitir a tua ideia. O estrangeiro vai perceber os erros, mas vai compreender a mensagem :)

Bjzz Chronopost