2007/01/26

Alenka e as castanhas (novamente)


Sempre este lamento de nunca aqui te encontrar. Aponto para o céu e vejo o castelo da tua cidade. Não percebo a razão pela qual já não vendes aqui castanhas. Não tinhas farda: luvas e cachecol no inverno, óculos de sol na primavera, t-shirt no verão.

Por onde andas, Alenka? Estou farto de andar à tua procura e não encontro nenhuma pista. Isto já cheira a decadência.

2 comentários:

maria disse...

uhm...
mas a procura deve valer "o esforço", o frio, a busca...
:)

Kraak/Peixinho disse...

Maria :) Hahaha! Acredita que naum vale a pena! Há pessoas que verdadeiramente naum têm interesse em serem encontradas. Passa à frente! Next!

Bjzz seguintes