2008/05/20

Os Invertebrados


Quando queremos arranjar nomes para os Nomes as coisas podem ficar verdadeiramente complicadas. De igual forma quando queremos fazer transparecer as ideias das nossas palavras mágicas. Para acabar com a complicação, o melhor mesmo é arranjar um meio, um equilíbrio para alcançarmos o supremo das noites sem-nome.

Em jeito de equilíbrio, penso na minha amoreira carregada de amoras. Vai-se até ali à frente, apanham-se montes delas caídas ao chão e trazem-se para casa. Após muito bem lavadas e esmagadas sem os pés, pesam-se. Para manter o equilíbrio, igual peso de açúcar. Depois é deixar ferver.

Na continuação do equilíbrio, as duas próximas noites de 21 e 22 de Maio serão especialmente equilibradas, pois eu e o meu amigo O Puto iremos levar ao lume muitas amoras sonoras para, em doses equilibradas, oferecermos a todos os presentes bons doces para o paladar auditivo. É só aparecerem: dia 21 Mai '08 no Sound Club, Largo de Santos nº 9 e dia 22 Mai '08 no Incógnito, Rua dos Poiais de São Bento, nº 37, ambos em Lisboa.

Tragam compoteiras!

4 comentários:

hothotheart disse...

e vais fazer uma doce compota sonora

rita maria josefina disse...

enquanto lá estive, fez!
mas havia duvidas por acaso?
;)

Kraak disse...

Hothotheart :) Ó se naum foi!! Bem sonora! Bem docinha! Bem saborosa! Eu e O Puto! Wonderful!

Bjzz sonoros

Kraak disse...

Rita Maria Josefina :) Fiz, Rita? Ainda bem que gostaste! Ufa! :D Claro que há dúvidas, ora! Há dias em que estou assim para o..., digamos que ácido... :S

LOL!

Bjzz ao acaso