2008/01/09

A Felicidade Não Passa Por Ter uma Casa com Jardim


Recordo-me que desde miúdo me apercebi que as lágrimas são salgadas (recordo-me também que as moscas são azedas porque certa vez uma entrou pela minha boca sem pedir permissão). Sempre tive, quer por razões de personalidade, quer por razões de percurso pessoal, uma vida muito emotiva. Hoje não me emociono com o que provavelmente a maioria das pessoas sente ao deitar uma lágrima, mas sim com outras coisas, simples coisas, desde um filme, um vídeo, um livro, a chegada de alguém a uma nova cidade, uma música, a minha infância, a minha vida, uma imaginação, um sonho, as pessoas de quem outrora ri ou as pessoas que deixei fugir.

Se calhar por este motivo posso considerar que tive muitos momentos felizes na minha vida. Chorar é maravilhoso. A música sempre foi uma das principais responsáveis por eu derramar lágrimas. Por isso, gosto de presentear as pessoas com músicas, quer seja em formato vinil, K7, CD ou um mp3 solto via e-mail.

Quase chego ao absurdo de dizer que quero viver a chorar para (continuar a) ser feliz.

6 comentários:

O Puto disse...

Sem dúvida que o choro está muitas vezes relacionado com momentos de felicidade - antes, durante e depois. Emociono-me com o prazer de ouvir música, com o deleite de uma bela e triste cena de um filme, com o fatal destino de um personagem literário. E a música está quase sempre presente. Curiosamente, comovo-me mais com a vida dos outros que com a minha. Deverei inverter esta situação?
Abraço!

Van Dog disse...

:)

Kraak/Peixinho disse...

Puto :) Pelos vistos somos muito parecidos neste aspecto... está visto! O aspecto que focaste, de nos comovermos com a vida dos outros, também está presente no meu interior, sem dúvida. Aliás, implícito quando me emociono com personagens de um livro ou de um filme. Talvez até porque encontramos sempre algumas semelhanças com as nossas vidas.

Se deves inverter essa situação ou naum, eu naum sei! Naum sou psicanalista, haha! Faz o que diz o teu coração e a tua mente! É o melhor caminho! :))

Hugzz no consultório

Kraak/Peixinho disse...

Van Dog :) Tu... tu querias era um jardim, naum? :))

Festinhas no lombo, Van! :)

gaZpar disse...

Chorar faz bem, liberta a tensão. Recomendo-o muitas vezes, mais aos outros que a mim, é facto...
E também me comovo mais com a vida dos outros. Até porque vendo bem as coisas e por comparação, nem tenho tido uma má vida. ;-)
hugzzz de desabafo

Kraak/Peixinho disse...

GaZpar :) Verdade, mas isso é muito relativo. Já tiveste momentos mauzitos, mas se calhar naum te dá para o choro... e daí naum sei...

Chorar faz muito bem. Mas muito mesmo. Como escrever cartas e naum as mandar. Maravilhosas quando são queimadas de seguida...

Hugzz sem choro