2006/01/20

Peça por peça


As palavras vazias que por vezes subsistem neste blogue e que temporalmente o transformam numa espécie de bactéria que respira e é vista pela lente de um microscópio, denotam o que eu sou, o que eu ainda vou encontrar, o que eu ainda vou mudar e o que eu ainda vou manter.

Se eu soubesse como se constrói um barco dentro de uma garrafa, isto poderia significar qualquer coisa como o tempo a bater à minha porta, sinal que já estaria velho.

26 comentários:

Randomsailor disse...

grande post!
simples e sem concessões... como se quer de alguém que tem ainda muito para mostrar!

abraço

Kraak/Peixinho disse...

Randomsailor :) Hoorayyyy! Obrigado pelo elogio! A partir de agora será assim: sem concessões! :) Algo vai mudar por aqui, hehe :)

Hugzzzzõess concedidos

moon between golden stars disse...

Só para deixar um abraço!
lindooooooo

Kraak/Peixinho disse...

Moon :) Um abraço também para ti. Obrigado pelo passing by.

Bjzz lindos

Mocho Falante disse...

ora nem mais!!!!!!

Viver e deixar viver é o que está a dar, viver sem limites e sem concessões ora pois claro, já basta os fretes do dia a dia

Ps: Muito bom som o de hoje

abraços

Caracolinha disse...

Olá kraak ... este post deixou-me rendida ... está fantástico, cheio de sentido ... fez-me lembrar o eu pai ... ele construia miminaturas de barcos ... não dentro de garrafas é verdade, mas ainda assim fez-me recordá-lo ...

Beijoquinha encaracolada :))

Kraak/Peixinho disse...

Mocho :) É assim mesmo! Isto do nacional porreirismo tem que acabar :)

Ainda bem que gostaste do post e da música :D

Hugzz sem limites

Kraak/Peixinho disse...

Caracolinha :) WEE! Fico tão contente que este post tenha podido fazer-te recordar boas memórias :) É sempre bom lembrarmo-nos daqueles que mais amamos :)

[estou contente!]

Bjzzz rendidos :)

relampago disse...

passei para te deixAr um beijo cheio de palavras cheias. de ternura. sempre.



(isa.m.f.)

Kraak/Peixinho disse...

Relampago :) Bem ando a precisar de palavras cheias porque ando vazio de letras e... fôlego. Obrigado!

Bjzz ternos

spartakus disse...

Coisas do (im)possível (in)visível...LOL!!! Um abraço e huggzzzsss, Kamarada.

Kraak/Peixinho disse...

Spartakus :) Tantas combinações com prefixos que se podem fazer para compor uma frase... Mas, no fim, tudo convergirá para algo coerente, naum achas? :)

Hugzz visíveis

Ani disse...

"Viver é ser outro. Nem sentir é possível se hoje se sente como ontem se sentiu: sentir hoje o mesmo que ontem não é sentir - é lembrar hoje o que se sentiu ontem, ser hoje o cadáver vivo do que ontem foi a vida perdida..."
Livro do Desassossego
Fernando Pessoa

Beijinhos

Alma Om disse...

Estas palavras são tudo menos vazias... São o sinal de um "tempo que bate à porta" a cada instante... E de um olhar atento, que não se limita a ver o tempo passar, que ajuda na construção do próprio tempo... Um tempo mais que real... Porque é o tempo vivido por nós, que amamos as palavras.

Kraak/Peixinho disse...

Ani :) Eu naum me quero lembrar do que senti ontem. Cada dia oferece um novo rejuvenescimento dos sentimentos. Se ontem foi bom, espero que hoje também seja. O que realmente nao foi bom, lixo :)

Bjžž de hoje

Kraak/Peixinho disse...

Alma om :) Palavras atentas que nao se limitam a ver os comboios a passarem e eu a ficar por uma qualquer estacao apeado :S

Obrigado pelas tuas palavras cheias, estas sim :)

Hugžžž com palavras

Pedro Nobre disse...

Gostei... dá para divagar o teu post...

Kraak/Peixinho disse...

Heyy Pedro Nobre :) Tens toda a ražao! E como dá para divagar... Eu próprio ando a divagar no Paixaum >+++'> :)

Hugžž a divagar

A.na disse...

Aqui deixas o sinal
de um Ser imenso que és...

Um abraço

Alma Om disse...

A minha atenção é o simples desejo de partilhar uma escuta conjunta... As palavras são sempre poucas quando os encontros são grandes. Gosto de estar aqui, contigo... Agora ainda mais, que sei que temos uns DEAD CAN DANCE entre nós. Mais umas asas a unir?... Talvez!!!...
Hugzzzzzzzz sonoros e apalavrados

Extravaganza disse...

O "A" que te faltava :)

Kraak/Peixinho disse...

A. :) Obrigado pela tua visita e espero que possas em breve regressar :) Obrigado pelo elogio e quero acreditar nas tuas palavras, com alguma modestia, claro!

Hugžž

Kraak/Peixinho disse...

Alma om :) Conheci os DCD em '91, salvo erro, e confesso que agora já naum os oičo com mta frequencia. Mas seguramente que haverá outros sons que permitem a ponte entre os nossos ouvidos musicais :) Obrigado pelas tuas palavras.

Hugžžž com sons

Kraak/Peixinho disse...

Extravaganya :) Onde está o 'A'??? Diy-me já, sff.

Bjžž do KraAk

Alma Om disse...

Escrevi-te um mail, há já algum tempo, sobre outros sons... Não sei se com ou sem ponte. Não deves ter visto os mails porque ainda não respondeste. Fico á espera da resposta, desejando que vás, rapidamente, consultar o mail cujo endereço consta aqui, no teu blog.

Mais Hugzzzzzzzz sonoros

Kraak/Peixinho disse...

Alma Om :) Pois... ainda naum vi, sorry :S

Hugžž distraídos