2005/11/06

Sobre o Quê?

Curioso quando queres escrever algo, mas não sabes bem exactamente como começar ou sobre o que dizer sobre determinado assunto. Se calhar é uma grande baralhada nas nossas mentes pois queremos dizer uma série de coisas ao mesmo tempo e acabamos por não dizer nada. Ou dizemos e baralhamos aqueles que nos lêem. Ou então sentimo-nos de alguma forma responsáveis e meditamos antes de escrever. Será algum sossego que nos remete para o silêncio? Será o medo que nos impede de acender a luz? Não gosto de permanecer imóvel como as estátuas e este blog esteve petrificado durante alguns dias. Onde está a arquitectura do pânico? E o cheiro dos gestos está por aí? Como descrição deste blog sob o seu título, "Wie ben ik?": quem sou eu afinal?

24 comentários:

mfc disse...

Falta de inspiração? Todos a temos... há dias assim!
Um dia ela volta e... zás.Voltamos a sentirmo-nos nós de novo.

Fred disse...

Oi Peixinho!
Cara, "Drão" é um sílaba que o compositor arranjou pra rimar com grão...assim eu penso. Mas não significa nada não. Ele inventou mesmo...hehehe
Abraços!

Ana Bárbara Contumélias disse...

Bem.... isto é mesmo para ficar a pensar `_´, fiquei mesmo sem saber o que dizer :#...
Um espetáculo, obrigada. desencandeou uma serie de pensamentos... ;)

Mocho Falante disse...

Tu, és aquele que constantemente nos surpreende com os teus posts

Um abraço

Kraak/Peixinho disse...

Ana Bárbara :) Obrigado pela visita e espero que possas em breve regressar. Fico satisfeito que a simples leitura deste post tenha desencadeado alguns pensamentos em ti :) É um bom sinal.

Abraço

Anónimo disse...

arquitectura?!? por acaso sabes o que isso é mesmo?
e do caos? e da sua teoria? caos e sua ordem???

Kraak/Peixinho disse...

MFC :) Sim! Volta como sempre! E sentimo-nos de novo novos. :)

Hugzz inspirados

Kraak/Peixinho disse...

Fred :) Já imaginava, LOLL. Até fui a um dicionário ver o que tal termo significava, LOLL.

Hugzz inventados

Kraak/Peixinho disse...

Mocho :) Wee! A vida é uma constante em surpresas. Acredita! Espero que tenhas gostado :)

Hugzz surpresos

Kraak/Peixinho disse...

Caro (a) Anonymous, obrigado pela tua visita e pelo teu comentário. Eu de arquitectura não percebo nada ou muito pouco, mas consigo ver o que me aparece pela frente, mesmo quando estou a olhar de lado. De qualquer forma, tu com a tua expressividade caótica deixada no comentário, podes esclarecer alguns dos leitores que comentaram e captaram a ideia do post e da sua arquitectura.

Uma sugestão, se me permites: dá uma certa ordem ao caos que por esse lado parece existir.

Abraço

susana disse...

fantástico.... adorei o blog
muito original e posts muito bem escritos.

voltarei

um abraço,
pastora de estrelas

Kraak/Peixinho disse...

Susana :) Obrigado pela visita e espero que possas regressar em breve. Obrigado também pelo elogio que espero poder retribuir ao verificar como será ser pastora de estrelas. :)

Abraço

Mendes Ferreira disse...

meu querido...eu já não tenho voz mas ouço a tua. bjs.

Pinto Ribeiro disse...

Iglesias não é o cantor?...1 abraço.

Kraak/Peixinho disse...

MFerreira :) Obrigado por cantares em silêncio para mim :)

Bjzz cristalizados

Kraak/Peixinho disse...

PR :) Hahaha! Também pode ser, mas não é o destino final do comboio :) Sempre bem disposto, tu! Iglesias é uma cidade na Sardenha, perto de Cagliari :)

Hugzz sardos

Anónimo disse...

Olhar de lado?!? estamos a falar de visão periférica?!?

Em relação ao Caos...é simplesmente a ordem perfeita, a pureza. Aconselho que leias um livro extremamente esclarecedor... "a teoria do caos"...
aconselho-o a toda as pessoas

Anónimo disse...

Então já estamos na época da censura... quem diria que esse tipo d comportamento ainda existe nos nossos dias em plena democracia... ou será q voltamos à ditadura com os famosos lápis vermelhos???...
Será q escreves com lettering em red?!?
lol

Kraak/Peixinho disse...

Anonymous, não lerei nenhum livro por ti recomendado, como podes imaginar, mas agradeço a tua sugestão. E já que estamos no aspecto periférico das sugestões, recomendo-te "A Metáfora Sinistra" de Alberto Pimenta. Neste livro encontrarás um pequeno poema de Bocage, que aqui cito:

"C'o dedo a greta sua lhe coçava;
Ela, maquinalmente a mão movendo,
Docemente o caralho me embalava."

Um abraço e boas leituras

Kraak/Peixinho disse...

...e continuando para o (a) outro (a) Anonymous [supostamente seria a mesma pessoa, mas transparece pela escrita e pela retórica que os 2 comentários foram escritos por pessoas diferentes], digo que ainda bem que há esta nova possibilidade no blogger.com, estando-me nas tintas para os v/ comentários. Mas, no teu/vosso caso em particular, também poderia, por exemplo, apagar descaradamente os comentários, ou mais simples, banir o teu/vosso IP deste blogue, impedindo assim o acesso. Se quiseres/quiserem posso expor aqui todos os detalhes.

Censura? Não sou eu que vou a blogues e comento como anónimo. Dá a cara! Haja paciência para gente desse calibre.

Anónimo disse...

temos pena que não aceites as opiniões de outras pessoas, ou aceites somente quando te convem...
tambem gostava de saber o porquê de tanta rudeza nas tuas palavras. pelos vistos es uma pessoa mal educada, para alem de seres muito virado para o teu umbigo...
será que nao me estas a confundir com alguem?!?
nao tenho nenhum problema em dizer quem sou, pois acho que o mais importante é o que cada pessoa tem para dizer, comentar e não os nomes... será uma insegurança?!?

Margarida

Kraak/Peixinho disse...

Anonymous aka Margarida, é exactamente como dizes. Sou mesmo muito assim como descreves. O que eu mais sou é inseguro, voltado para o meu umbigo e rude. Gosto bastante dessa tua conversa de chacha.

Stay well

João Dias disse...

exacto. nós somos o que fazemos, não o que dizemos ou pensamos
PS - gostei de ler o teu blog ;)

Kraak/Peixinho disse...

João Dias :) Obrigado pela tua visita e pelo teu comentário. Espero que possas regressar em breve. Gostei bastante deste teu comentário. Assenta muito bem :) Obrigado pelo elogio. Eu vou já visitar-te.

Abraço