2005/09/13

Túnel


[photo @ Giba, Sardenha (I), 2005.09.09]

...e se a neve por algum motivo te escondesse de mim, eu escavaria um túnel da minha janela à tua, sim, um túnel desta praia à tua baía.
Tu treparias pelo mastro do barco acima e encontrar-me-ias no meio, no meio de uma cidade.
E desde que não houvesse ninguém por perto, esqueceríamos tudo o que supostamente conhecíamos, e então a nossa pele tornar-se-ia mais espessa para vivermos fora, na neve.
Tu mudas tudo quando dormes na minha cabeça, assim como quando o dia cresce sombrio e eu oiço-te a cantar um hino doirado.
Então tentámos dar nomes diferentes a nós próprios, mas esquecemos todos os nomes que, todos os nomes que supostamente conhecíamos.
Porém às vezes, lembramo-nos dos nossos quartos, e dos quartos dos nossos pais, e dos quartos dos nossos amigos.
Então pensamos nos nossos pais, bem o que lhes terá acontecido?
Purifica as cores, purifica a minha mente.
Purifica as cores, purifica a minha mente, e espalha as cinzas das cores sobre este meu coração!

[Adaptação livre de "Neighborhood #1 (Tunnels)" by Arcade Fire, do álbum 'Funeral']

:: Neighborhood #1 (Tunnels) [ para ouvir aí ao lado :) ]

4 comentários:

maria disse...

e mesmo que houvesse tanta gente por perto...
quando dormes na minha cabeça, mudas tudo!

Olá, Peixinho a molhar os pés (?!) ;)
parece que é uma imagem de nos levar, ou será antes um túnel, uma vaga, uma surpresa? uma espera... um
aqui estou, a aguardar(Te)

* xis marés de xis

Kraak/Peixinho disse...

Maria :) Linda!! É verdade o que disse, sim senhora. Peixinho a molhar os pezitos e a pensar na construção de uma ponte ou um túnel de onde estava até cá.

Bjzzz na subida da maré

Spaceboy disse...

Excelente adaptação para uma excelente música! Parabéns o texto está espectacular, adorei.

Kraak/Peixinho disse...

Spaceboy :) Wee! Ainda bem que gostaste! Obrigado! A música e a letra original são fabulosas!!

Hugzzz fabulosos