2007/11/11

Stuck Between Stations



É um dos fabulosos temas do último álbum dos norte-americanos The Hold Steady, 'Girls and Boys in America'.

Como eu não quero nem posso andar a vaguear por palavras que não salvam a minha vida,
Como eu não quero nem posso pensar que grandes cabeças se passeiam com corpos delicados,
Como eu não quero nem posso pensar em voar e aterrar de emergência sob uma qualquer ponte deste mundo,

Deixo por aqui uma das músicas do ano de 2007, na minha opinião: "John Allyn Smith Sails" dos Okkervil River.

Amigos,
vou fazer uma pausa neste blog até deixar de estar confuso e admirado por ter saído deste comboio, ainda em andamento. Entretanto, para quem quiser, continuo diariamente a navegar pelos carris do Kraak FM <'+++<.

22 comentários:

IM disse...

Volta depressa. Há espaços que fazem parte dos dias...
:-)

hora tardia disse...

e eu adoro a tua REALIDADE.!!!!!




meu Amigo...



fica bem...


e guarda.me aquele teu sorriso. Único.


mil beijos.



(piano)

extravaganza disse...

Pausas às vezes são boas. Fazem bem. São inspiradoras.

:)

Beijinhos,

éme. disse...

Bom...
Quer dizer, mau!... :)
Então agora que regresso vais sair desta corrida em passo acelerado?
Lá tenho de compreender, claro.
Mas custa-me aceitar as estações diversas em que nos vamos perdendo pelos caminhos que, de algum modo e alguma vez, fizemos coincidir.

Abram-se portas novas, escancarem-se todas as janelas, para que o ar circule livre e a luz deixe correr raios quentes que nos iluminem regressos. Mais fortes.

Hugzz, era assim, não é?
*

Hug The DJ disse...

Se é só uma pausa... está bem.

(vamos apanhando o comboio na FM Station)

C:)

Lid disse...

Então não é apenas eu que está dando uma pausa... :)
Volte logo!!
beijos doces

isabel mendes ferreira disse...

beijo....


se soubesses como é bom sentir que me/nos entendes...


:)


até logo...


sorriso.

gaZpar disse...

Até já priminho. ;-)
hugzzz de força!

myself disse...

Que a pausa seja positiva mas não demore muito que não queremos isso.
:)

Mocho Falante disse...

Olha vai mas deixo aqui a nota que gostaria de ver-te novamente neste espaço que é sem dúvida uma bela referência na blogoesfera

abraços

Joao disse...

nao te demores muito, ok?
abraço

Kraak/Peixinho disse...

Im :) Estou a tentar voltar, devagarinho e com a preciosa ajuda musical. Quero que este espaço volte a ser o que era antes. :)

Bjzz du jour

Kraak/Peixinho disse...

Hora Tardia :) A minha REALIDADE tem momentos em que mergulho num rio pensando que ainda estou no mar. A realidade modifica-se, apesar da dor e da perda. O meu sorriso, guardado, neste momento parece ter partido para exílio.

Bjzz sem realidade virtual

Kraak/Peixinho disse...

Extravaganza :) Tal como tu, uma pausa. Por diferentes motivos. Por diferentes vinhos. Por diferentes pães.

Pausa.

Inspiração perdida a tentar que as palavras sem sentido sejam moduladas à volta de ilhas. Ilhas nas quais sempre comprovamos que o mar é realmente imenso.

Bjzz sem inspiração

Kraak/Peixinho disse...

Éme :) Mau pois... Muito mau, minha querida. Mas agora, penso retomar o curso deste blog, mesmo que a luz não faça o horizonte vibrar. Apesar de muitos cortinados cá por casa, a luz sempre percorreu o meu espaço e permitiu que o lume nunca se extinguisse. Não é preciso abrir novas janelas, porque já comprovei há muito tempo que não sou opaco.

:)

Bjzz brilhantes

Kraak/Peixinho disse...

Hug the DJ :) Sim! Kraak FM <'+++< continua a dar muita luz! A muitos ouvidos! :))

Bjzz FM (e ao som dos Junior Boys)

Kraak/Peixinho disse...

Lid :) Pois. Mas, como tu, antecipei a primavera e permiti que o sol começasse a derreter a neve. Neve esta que não era doce, tal como aquela que se comia quando era miúdo pelos parques. :)

Bjzz com açúcar

Kraak/Peixinho disse...

Isabel Mendes Ferreira :) Sim. Eu sei. Entendemo-nos. Interpretamo-nos. Sabemo-nos. Sem silêncios e sem flautas.

Um dia as nossas mãos serão lavadas de todo este pó.

Bjzz sem pó

Kraak/Peixinho disse...

GaZpar :) Priminho, Obrigado! Hugzz de força para eu ser capaz de não torcer o pescoço quando viro o volante do meu carro. Ou quando deito um olhar pela janela do meu carro. Ou quando as lágrimas correm fortemente dentro e fora do carro.

Hugzz sem torcicolos

Kraak/Peixinho disse...

Myself :) A tua pausa parece definitiva. A minha, temporária. Temporária como quando se varre o chão e se abre a janela de seguida. Na realidade não há casas limpas. Assim como as pausas.

Bjzz limpos

Kraak/Peixinho disse...

Mocho :) Fui. Voltei. Volto. Inicio um novo tempo. Crio uma nova noção dessa entidade. Obrigado pelo teu elogio, mas eu tento apenas, com tudo o que já escrevi neste blog, partir do princípio que o trivial é claro para uma grande minoria de pessoas que por aqui passa e larga uma espinha.

Ou mesmo para aqueles que comem o melhor do peixe e não sabem como tirar o que anda agarrado à espinha, apesar do apetite.

Hugzz sem espinhas

Kraak/Peixinho disse...

João :) Naum demoro muito. Naum sei o tempo que levei. Naum sei ainda o tempo que levarei. Recuperar as palavras da minha alma não é fácil e naum se pode tornar num jogo nascido do capitalismo presente nas sociedades ocidentais. As palavras podem por vezes ser caras, mas nunca serão um bem monetário.

Hugzz numismáticos