2006/05/11

Despenhamento ou Naufrágio?


O meu maior mistério é o meu desejo de parar, estar de pé, fixar-te o meu olhar, mordiscar o teu ouvido e cheirar o meu oceano no teu cabelo. As dores que tenho e que me deixam numa teia cheia de nós diluem-se quando surges. Vejo o frio de Plutão com os meus olhos azuis de Neptuno, esquecidos.

Sinto-me com vida quando os alarmes intermitentes e os tinónis das sirenes, também intermitentes, se apagam na minha mente e nesta altura o que mais queria era agarrar-te e simplesmente... beijar-te..., desprovidos de qualquer sentido de cobrança. Anda! Senta-te aqui à minha beira.

A magia negra arrastou-me para os subúrbios longínquos de onde, por acaso, me libertaste de um passado que já estava fora de mim. Todos esses dias feios que me deixaram assim tão enjoado são apenas fósseis. Conheces o truque da elevação?

[ Adaptação livre de "The Party's Crashing Us", by Of Montreal
, (em audição nesta data) ]

2 comentários:

Extravaganza disse...

demasiado esotérico para uma moça simples de ideias como eu...

Kraak/Peixinho disse...

Extravaganza :) Nada disso. Não te subestimes, linda :) Sabes que te adoro, naum?

Bjzz esotéricos