2006/11/27

"Queria de ti um país de bondade e de bruma..."



"... queria de ti um mar de uma rosa de espuma."

Mário Cesariny, uma das maiores figuras do surrealismo português, melhor afirmado como artista no mundo da poesia do que propriamente no mundo da pintura, já não está neste mundo connosco. Ele que afirmava que ser surrealista "não significava pintar um porco de patas para o ar", deixou-nos um grande espólio cultural que importa aqui registar.

Com base nas suas palavras, gostaria de acrescentar que num mundo onde hoje já quase ninguém lê poesia, há muita gente que ainda gosta de ler grandes clássicos da literatura. Será isto surrealista? Talvez. Não sei. Só sei que a poesia pode estar dispersa pelos mais variados espaços: quer num artigo técnico de um qualquer jornal quer mesmo na própria música rock. Por exemplo, se determinados compositores compõem canções e letras dirigidas para os jovens, tentando de alguma forma passar a imagem de como a malta mais nova vê e sente o mundo, será que isto não é considerado poesia?

Regista-se aqui um dos poemas mais belos de Mário Cesariny, talvez aquele que mais se identifica comigo.

ESTAÇÃO

"Esperar ou vir esperar querer ou vir querer-te

vou perdendo a noção desta subtileza.
Aqui chegado até eu venho ver
se me apareço
e o fato com que virei preocupa-me,
pois chove miudinho


Muita vez vim esperar-te e não houve chegada
De outras, esperei-me eu e não apareci

embora bem procurado entre os mais que passavam.

Se algum de nós vier hoje
é já bastante
como comboio e como subtileza
Que dê o nome e espere. Talvez apareça."

Belo, não?

"De outras, esperei-me eu e não apareci."

Para mim, a tua estrela aparecerá sempre a brilhar neste céu imenso...

12 comentários:

Lid disse...

lindo mesmo este poema.
que pena q ele se foi...

bjos poéticos pra ti

Josefa Pacheca Pereira disse...

Amem-me em vida, esqueçam-me em morto. Triste história triste a dos tristes tugas tristes. Bom dia.

pexeseco disse...

Nao foi e nao é um dos meus preferidos...
Mas o poema soubeste escolher ,Parabens!
Bom Blog ,Gostei!
Abracos

Anónimo disse...

Belo é pouco! Lindo, lindo, lindo. (Por acaso nao conhecia...) Jinhos.

P.S. Apesar de nao ser dos meus predilectos, também o homenageei no meu. ;)

Kraak/Peixinho disse...

Lid :) É mesmo bonito, naum? Fico satisfeito que também tenhas gostado :)

Bjzz com rimas

Kraak/Peixinho disse...

Josefa PP :) Já lá expressei a minha subjectividade quanto ao tema. Isso é relativo. Nem creio que Mário Cesariny tivesse sido "vítima" disso. :)

Hugzz vivos

Kraak/Peixinho disse...

Pexeseco :) Obrigado pela tua visita. Espero que possas regressar sempre que queiras e possas.

Naum é de facto o meu poeta preferido, mas tem coisas boas, nomeadamente o poema que aqui ficou.

Obrigado pelo elogio. Faz-se o que se pode por aqui e por ali. Naum tenho tempo para mais.

Abraço

Sea disse...

pronto... lá está o mar novamente... :)
not one of my favorites.
beijo

Kraak/Peixinho disse...

Jj :) É verdade, naum? Sim senhora! Gosto muito do poema. Como já havia dito, embora naum seja o meu poeta preferido, ele tem coisas muito boas!

Bjzz mais que belos

Kraak/Peixinho disse...

Sea :) Um SEA de rosas e espumas para ti :)

Bjzz com rosas

maria disse...

Espuma em forma de rosas, para ti, caro Peixinho!!

Belíssimo...
Também me parece que passamos vidas a esperar-nos e dificilmente acabamos por aparecer. Não sei porquê mas, ultimamente, parece-me que toda a gente anda a chegar sempre tarde demais.........
pfff pfff

Estrelas, há, no céu que imaginamos só para nós, que brilham deste jeito tão especial, como espuma de mar e rosas de cheiro doce e acolhedor, terno (mesmo que nem se saiba bem de onde nos chega o toque)!

Kraak/Peixinho disse...

Maria :) Obrigado! Mas que comentário tão bonito que aqui deixaste! :) Também concordo contigo: anda muita gente a aparecer tarde demais e isto naum é bom. Parece que as pessoas querem expulsar a sua dor e fogem, como se do exílio se tratasse.

Mas tu estás marcada pela sensibilidade e pela compreensão do meu imaginário.

Gosto das estrelas. Substitui os meus conceitos de topografia. :)

Bjzz escritos